Um BLOG de incentivo à oração...

Quantas vezes você se sentiu tentado a seguir com a corrente, porque nadar contra a maré era simplesmente muito difícil? Quantas vezes você se sentiu pressionado a abrir mão de seus princípios e de sua fé para não ser marginalizado pelo seu grupo de amigos? Quantas vezes você já olhou para os lados e experimentou aquela sensação de estar sozinho, mesmo estando rodeado por uma multidão?

Não se desanime! Você não está sozinho! O Senhor mesmo já disse que Ele tem separado muitos outros que também não se renderam, nem abriram mão de sua fé.

É por isso que este espaço foi criado:

- para compartilhar testemunhos, impressões e experiências de nossa caminhada com Deus;

- para edificar uns aos outros e incentivar a permanecer firmes na fé;

- para desafiar cada um a ser um aventureiro espiritual, ou seja, a arriscar na fé e a orar orações extravagantes;

- para, juntos, intercedermos por nosso país e por outros países, ainda não alcançados por Deus;

- para, juntos, esperarmos pela volta do Senhor Jesus!

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Para uma semana abençoada!

1 Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, 
e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome.

2 Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, 
e não te esqueças de nenhum de seus benefícios.

3 Ele é o que perdoa todas as tuas iniqüidades, 
que sara todas as tuas enfermidades,

4 Que redime a tua vida da perdição; 
que te coroa de benignidade e de misericórdia,

5 Que farta a tua boca de bens, 
de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia.

20 Bendizei ao SENHOR, todos os seus anjos, 
vós que excedeis em força, que guardais os seus mandamentos, 
obedecendo à voz da sua palavra.

21 Bendizei ao SENHOR, todos os seus exércitos, 
vós ministros seus, que executais o seu beneplácito.

22 Bendizei ao SENHOR, todas as suas obras, e
m todos os lugares do seu domínio; 
bendize, ó minha alma, ao SENHOR.

Salmo 103

sábado, 27 de novembro de 2010

Desespero

25E estava ali certa mulher que havia doze anos vinha sofrendo de uma hemorragia. 26Ela padecera muito sob o cuidado de vários médicos e gastara tudo o que tinha, mas, em vez de melhorar, piorava. 27Quando ouviu falar de Jesus, chegou-se por trás dele, no meio da multidão, e tocou em seu manto, 28porque pensava: "Se eu tão-somente tocar em seu manto, ficarei curada". 29Imediatamente cessou sua hemorragia e ela sentiu em seu corpo que estava livre do seu sofrimento. 30No mesmo instante, Jesus percebeu que dele havia saído poder, virou-se para a multidão e perguntou: "Quem tocou em meu manto?" 31Responderam os seus discípulos: "Vês a multidão aglomerada ao teu redor e ainda perguntas: ‘Quem tocou em mim?’" 32Mas Jesus continuou olhando ao seu redor para ver quem tinha feito aquilo. 33Então a mulher, sabendo o que lhe tinha acontecido, aproximou-se, prostrou-se aos seus pés e, tremendo de medo, contou-lhe toda a verdade. 34Então ele lhe disse: "Filha, a sua fé a curou! Vá em paz e fique livre do seu sofrimento". (Marcos 5:25-34).



Jesus estava a caminho da casa de Jairo e um grande número de pessoas O seguia. No meio daquela multidão, estava uma mulher que sofria severamente. Todas as suas finanças foram gastas com remédios, estava com uma enfermidade incurável e estava suja – mas ela possuía um tipo de desespero que Deus estava buscando.
Ela decidiu em seu coração: “Eu preciso aproximar-me de Jesus, eu preciso vê-lo e tocá-lo”. Havia um desespero santo em sua atitude. Ela não apenas estava desesperada; ela estava disposta a agir por fé. Ela acreditava que se pudesse se aproximar de Jesus, seria purificada. Ela estava disposta a utilizar a pequena energia que ainda restava para passar pela multidão, se arriscar a ser condenada pelos fariseus e censurada pelos sarcásticos. Ela passou pela multidão, tocou na orla das vestes de Jesus e foi restaurada.
 
Nos evangelhos vimos que Jesus era atraído por pessoas desesperadas. Ele curou o coxo apos seus amigos chegarem ao extremo de descê-lo pelo teto da casa (Marcos 2:1-12). Ele

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Oremos pelo Haiti II

Uma equipe-socorro de missionários brasileiros se encontra no Haiti, para prestar ajuda no que puderem na atual situação de lá, e também, para pregarem o Evangelho.
Este é um breve relato de como eles estão passando ali no Haiti:
Depois de mais de 24 hs de espera desde o último contato do Paulo, finalmente conseguimos nos falar há alguns minutos atrás. A ligação foi rápida, mas achei prudente pedir a ajuda específica de vcs em oração:

A situação é de caos absoluto, tudo destruído, famílias desoladas vagando pelas ruas; muitos deixaram a cidade e subiram as montanhas; não há água, luz ou saneamento básico.
O trabalho foi árduo por parte da equipe, tentando reconstruir alguma coisa, o número do cólera é crescente, há muitos insetos e, com isso, o perigo da proliferação de outras doenças, inclusive a malária (confesso que meu coração está apertado...)
Até o momento, eles ainda não haviam encontrado água segura para beberem (estão colocando pastilhas de cloro na água para usarem) e não havia comida - comeram apenas algumas bolachas e coca-cola.
Ele está com o coração quebrado pela situação das pessoas; foram bem recebidos pelo povo, que estão acampados em meio a barracas sem nenhum tipo de conforto. 
Pediu que orássemos por eles, pedindo proteção na saúde, restabelecimento físico (eles trabalharam todo o dia de hoje debaixo de um sol muito intenso com uma temperatura muito alta, estão esgotados fisicamente), reforçou duas vezes esse pedido: proteção na saúde e revigoramento físico. Pediu também que orássemos pelo povo e pela situação terrível do país, pela comida e água.
Terminou dizendo que estava tentando achar um balde com água pra que pudesse tomar banho e tentar descansar um pouco até amanhã.

Amigos, o único sentimento que me ocorre agora é o de ORAR e preciso que estejam conosco nessa batalha!!!

Ariadna Faleiro de Oliveira
"Quem tem ouvidos para ouvir, ouça..."

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Em nome da justiça




Que essa música de João Alexandre possa nos desafiar a continuar clamando pela Justiça em nossa nação. 



Na paz e no amor do Senhor,
Ester Hansen



"Quem tem ouvidos para ouvir, ouça..."

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Oremos pelo Haiti!

Vimos que a situação atual nas Coréias está bastante crítica, mas esse não é o único país que precisa de nossas orações. Muitos devem estar acompanhando, nos noticiários, os acontecimentos no Haiti, como essa nação está sendo devastada pela cólera e pelas rebeliões.
No contexto dessa situação, um grupo de missionários, uma equipe-socorro liderada pela JOCUM – Belo Horizonte, deixou o Brasil esta semana para servir no Haiti, em áreas de refugiados, trabalhando na reconstrução de uma igreja destruída pelo terremoto, com ajuda humanitária, pregando o Evangelho e fortalecendo a igreja local.
Como diz a mensagem de boas-vindas do blog, "não podemos fazer muito, mas podemos orar..."
Assim, oremos por:
- Pela viagem da equipe, que haja paz em cada detalhe e possam ir e voltar intactos fisicamente.
- Pela saúde deles, estarão em contato direto com o cólera, que Deus os guarde de contaminação, fazendo forte a imunidade de cada um deles e os tornando protegidos a qualquer tipo de doença.
- Pelo trabalho a ser desenvolvido lá, que tenham agilidade, êxito e ousadia para pregarem o Evangelho.
- Pela boa aceitação do povo, já que há, atualmente uma hostilidade crescente em direção aos estrangeiros no local.
- Pela proteção espiritual e emocional, que sejam cobertos dia após dia pela armadura de Deus e o Sangue do Cordeiro.
- Pela harmonia perfeita na equipe.
- Por sabedoria na distribuição das ajudas humanitárias.
- Pela manifestação de poder de Deus em curas, salvação e enchimento do Espírito Santo sobre aquele povo tão sofrido.
- Pela nação em todos os aspectos.


EMBARQUEM TAMBÉM NESSA "VIAGEM"!

Ariadna Faleiro de Oliveira

  

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Oremos pelas Coréias!

Como parte da Igreja de Cristo, devemos orar pelas nações e por aqueles que estão em necessidade.
Pede-me, e te darei as nações como herança e os confins da terra como tua propriedade. (Salmo 2:8)
E, neste momento, é tempo de que clamemos a Deus pelas Coréias do Sul e do Norte. Como mostra esse texto, retirado de uma reportagem, a situação naquela região está bastante tensa.
É bom lembrar, também, que a Coréia do Norte é o primeiro país da lista da Missão Portas Abertas em que há perseguição aos cristãos. Mas, mesmo assim, em ambas as Coreias há irmãos  e que guerras sempre provocam a morte de  muitos inocentes. Oremos para que o Senhor use essa  situação para levar livramento à Coreia do Norte. Unamo-nos  a estes irmãos em oração.

*****
Confronto entre Coreias deixa ao menos um morto e 15 feridosAGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

A Coreia do Norte disparou nesta terça-feira em torno de 200 peças de artilharia contra uma ilha sul-coreana, que mataram ao menos soldado e deixaram cerca de 15 feridos, provocando uma resposta imediata da Coreia do Sul e um aumento da tensão após a revelação de um novo programa de enriquecimento de urânio de Pyongyang.
O Exército da Coreia do Sul entrou em estado de alerta, em um dos maiores bombardeios desde que a guerra entre as duas Coreias acabou em 1953. Caças de combate F-15 e F-16 sul-coreanos já foram enviados à região.
A artilharia caiu sobre a ilha de Yeonpyeong, que tem mil habitantes, localizada no Mar Amarelo, em uma área disputada pelas duas Coreias e que já registrou incidentes no passado.
Os disparos foram executados dois dias depois que um cientista americano revelou a existência de um novo programa de enriquecimento de urânio na Coreia do Norte, o que aumentou a tensão e a preocupação de Washington e de seus aliados.
O Estado-Maior sul-coreano confirmou que várias peças de artilharia atingiram a ilha, que tem a presença de um destacamento militar, e outras caíram no mar.
Os militares sul-coreanos responderam aos disparos do país vizinho, anunciou o ministério da Defesa de Seul, que determinou alerta máximo a suas tropas.
"Uma unidade de artilharia executou disparos de provocação às 14h34 (3h34 de Brasília) e as tropas sul-coreanas responderam imediatamente", afirmou à France Presse uma fonte do ministério.
As forças sul-coreanas responderam com 80 disparos, segundo o ministro da Defesa, Kim Tae-Young.
"As Forças Armadas estavam executando exercícios navais e o Norte parece ter disparado para demonstrar sua oposição", declarou uma fonte militar ao canal YTN.
O presidente da Coreia do Sul, Lee Myung-Bak, convocou uma reunião de emergência." Agora mesmo está em uma sala subterrânea para abordar as respostas possíveis com seus ministros e conselheiros de segurança", afirmou o porta-voz da presidência.
"O presidente Lee ordenou aos comandantes que administrem a situação da melhor maneira possível para evitar uma escalada", completou a mesma fonte.
"Pelo menos 10 casas pegaram fogo. Recebemos a ordem de abandonar nossa casas", disse Lee Jong-Sik, outro habitante da ilha.
"Estava em casa e ouvi uma barulho muito forte do lado de fora. Quando saí, a ilha toda estava em chamas", declarou outro morador, citado pela agência de notícias Yonhap.
Uma testemunha disse que os habitantes foram levados para áreas consideradas seguras durante o bombardeio. Os disparos coincidem com a presença na região do enviado americano para a Coreia do Norte, Stephen Bosworth, que deve viajar de Tóquio a Pequim nesta terça-feira para debater com as autoridades chinesas a política nuclear norte-coreana, depois das revelações de uma nova usina de enriquecimento de urânio de Pyongyang.
O Banco Central da Coreia do Sul disse que fará uma reunião extraordinária nesta terça-feira para verificar os impactos financeiros do ataque.
A ilha de Yeonpyeong fica ao sul da linha de fronteira decretada pela ONU após a Guerra da Coreia (1950-1953), mas fica ao norte da linha reivindicada por Pyongyang.
Na mesma região foram registrados graves incidentes navais em 1999, 2002 e novembro de 2009.

*****



Na paz e no amor do Senhor,
Ester Hansen

"Quem tem ouvidos para ouvir, ouça..."

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Para uma semana abençoada!

1 Canta alegremente, ó estéril, que não deste à luz; 
exulta com alegre canto e exclama, tu que não tiveste dores de parto; 
porque mais são os filhos da mulher solitária 
do que os filhos da casada, diz o SENHOR.

2 Alarga o espaço da tua tenda; 
estenda-se o toldo da tua habitação, e não o impeças; 
alonga as tuas cordas e firma bem as tuas estacas.

3 Porque transbordarás para a direita e para a esquerda; 
a tua posteridade possuirá as nações 
e fará que se povoem as cidades assoladas.

4 Não temas, porque não serás envergonhada; 
não te envergonhes, porque não sofrerás humilhação; 
pois te esquecerás da vergonha da tua mocidade 
e não mais te lembrarás do opróbrio da tua viuvez.

5 Porque o teu Criador é o teu marido; 
o SENHOR dos Exércitos é o seu nome; 
e o Santo de Israel é o teu Redentor; 
ele é chamado o Deus de toda a terra. 

Isaías 54

domingo, 21 de novembro de 2010

Jesus e os Zelotes

 Existe alguma forma de reter a energia, o foco e o zelo dos Zelotes sem a violência? A evidência está nesta primeira comunidade cristã que estava aprendendo a seguir a Jesus numa cultura de violência (não diferente de nossa cultura de violência) sem se tornar violenta. Mas também sem ser intimidada ou silenciada pela violência. Poderiam ter-se segregado em guetos seguros, mas não foi o que fizeram. Permaneceram públicos, tão públicos quanto os Zelotes. Mas, diferentemente dos Zelotes, nunca foram violentos.

Há uma palavra importante que consegue transmitir como é, e em que consiste o fervor sem violência. A palavra é homothumadon. Algumas palavras resistem à tradução. Não traduzimos "Amém". Não traduzimos "Aleluia". Não traduzimos "Hosana". Essas palavras acumulam camadas de significados através dos séculos e irradiam ricas associações e conexões. Quando as traduzimos, perdem a força completamente. Homothumadon é uma dessas palavras. Que pena que não foi incluídas na lista de "intraduzíveis". Precisamos tentar o nosso melhor, e para isso, precisamos dissecar a palavra e depois agrupá-la de novo. A palavra é usada 12 vezes por

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Pode um homem roubar de Deus?

Muitas vezes Deus é desapontado por estarmos tão atarefados fazendo coisas para Ele, que não temos tempo para conversar com Ele..
.
Tenho que me guardar de estar tão atarefado para Deus a ponto de não ter tempo para o próprio Deus; Deus criou o homem para sua glória... 

Qual é o ideal da vida humana? Que o homem entre nos segredos de Deus, e seja amigo Dele; se os amigos de Deus nunca O visitam, nunca falam com Ele, mesmo que estejam super atarefados na Sua obra, eles estão roubando-O
G. Campbell Morgan

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Chuva de Oração

No artigo postado neste domingo, compartilhei uma palavra que recebi do Senhor, em nossa celebração de 1 ano de plantão 24hs de oração, 1 vez por mês - Torre de Vigia -, sobre como essa pequena vitória de oração que conquistamos é uma pequena nuvem, que crescerá à medida em que perseverarmos na oração, e, por fim, se transformará em uma chuva de avivamento.
Essa palavra fez minha mãe lembrar-se de uma música composta na década de 1990, exatamente sobre esse assunto, e que, como podemos ver, ainda é atual.
Dessa forma, compartilhamos aqui, a música (cantada por minha mãe) e a letra (escrita por Elenir E. Cordeiro), para que possa se tornar mais um incentivo à igreja de Cristo em manter o seu dever de orar e interceder pela abundante chuva e grande colheita.

*****
Chuva de Oração
Letra e Música: Elenir Eller Cordeiro
Interpretação: Rebeca Fumie Umetsu Hansen

Uma grande evaporação
Vai surgir em forma de oração,
De todo tipo, em todo lugar,
Densas nuvens lá no céu vai formar.

Adoração e louvor,
Intercessão e clamor,
Pelo Espírito vamos levantar,
Chuva serôdia o Senhor vai derramar.

Inda que haja sol e sequidão,
Lutas ferozes contra Satanás,
Pela fé iremos perseverar.
A promessa é fiel, não tardará.









Na paz e no amor do Senhor,
Ester Hansen


"Quem tem ouvidos para ouvir, ouça..."

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Para uma semana abençoada!

6 Coloquei sentinelas em seus muros, ó Jerusalém; 
jamais descansarão, dia e noite. 
Vocês que clamam pelo Senhor, 
não se entreguem ao repouso,

7 e não lhe concedam descanso 
até que ele estabeleça Jerusalém 
e faça dela o louvor da terra.

 Isaías 62

domingo, 14 de novembro de 2010

Eu vejo uma pequena nuvem...

Há 1 ano, nos dias 06 e 07 de novembro, realizamos, em Jundiaí, a 1ª Torre de Vigia - um perído de 24 horas, de oração contínua. E, desde então, levantamos Torres de Vigia, mensalmente, sem falhar nem um mês, nem uma hora, por 1 ano.
Por isso, ao concluir a 13ª Torre de Vigia, realizamos um Culto de Ação de Graças, celebrando essa pequena vitória, com louvor e adoração ao Rei dos Reis, e testemunhous de vitórias alcançadas através dessas oraoes.
E, logo que começamos a louvar, senti uma palavra do Senhor em meu coração:

 "(...) mas Elias subiu até o alto do Carmelo, dobrou-se até o chão e pôs o rosto entre os joelhos. "Vá e olhe na direção do mar", disse ao seu servo. E ele foi e olhou. "Não há nada lá", disse ele. Sete vezes Elias mandou: "Volte para ver". Na sétima vez o servo disse: "Uma nuvem tão pequena quanto a mão de um homem está se levantando do mar". Então Elias disse: "Vá dizer a Acabe: Prepare o seu carro e desça, antes que a chuva o impeça". Enquanto isso, nuvens escuras apareceram no céu, começou a ventar e começou a chover forte (...)" (1 Reis 18: 42-45)

Senti, em Deus, que esse um ano de orações e Torres de Vigia que estávamos celebrando eram como essa pequena nuvem, do tamanho de uma mão. Que era apenas o primeiro e pequeno passo em direção a um propósito e uma realização muito maior.
Uma nuvem, por menor que seja, é formada por milhares e milhares de minúsculas gotinhas de água evaporadas. E senti que cada uma de nossas orações é como uma gotinha de água, sendo evaporada. A princípio, parece não ter nenhum efeito. Mas quando começa a juntar com tantas outras gotinhas de água se evaporando, começa a se formar uma nuvem. E quanto mais orarmos, mais gotas de água vão evaporar, e maior essa nuvem vai ficar. 

Agora, essa nuvem ainda é pequena, do tamanho de uma mão. Mas, se perseverarmos na oração e na intercessão, podemos fazer essa nuvem crescer, cobrir todo o céu, ficar negra e por fim, desabar em chuvas de avivamento. Chuvas que inundarão nossas cidades e nossa nação com as bênçãos e o poder do Senhor!!!

Tenho fé em que nós podemos fazer muito mais que 1 ano de Torres de Vigia; que podemos levantar muito mais que Torres de Vigia mensais. Se apenas dispusermos nossos corações para isso, e desejarmos tão ardentemente essa chuva do Senhor.
Oremos, então, a cada dia, a cada hora, por quantos anos forem necessários. Façamos crescer essa nuvem. Preparemo-nos para receber essa chuva!!!



Na paz e no amor do Senhor,
Ester Hansen

sábado, 13 de novembro de 2010

A loja de Deus

Entrei em uma loja e vi um Anjo no balcão.
Maravilhado, perguntei-lhe:
- Anjo do Senhor, o que vendes?
Respondeu-me:
- Todos os dons de Deus.
Perguntei:
- Custa muito?
Respondeu-me:
- Não, é tudo de graça.
Contemplei a loja e vi jarros com sabedoria, vidros com fé, pacotes com esperança, caixinhas com salvação, potes com amor. Tomei coragem e pedi:
- Por favor, Anjo, quero muito amor, todo o perdão, um vidro de fé, bastante felicidade e salvação eterna para mim e para minha família também.
Então o Anjo do Senhor preparou-me um pequeno embrulho, tão pequeno, que cabia na palma da minha mão. Maravilhado, mais uma vez, disse-lhe:
- É possível tudo estar aqui ?
O Anjo respondeu-me sorrindo:
- Meu querido irmão, na loja de Deus não vendemos frutos. Apenas sementes.

"Não erreis: Deus não se deixa escarnecer;
porque tudo o que o homem semear,
isso também ceifará." Gálatas 6.7
"E digo isto: Que o que semeia pouco,
pouco também ceifará;
e o que semeia em abundância,
em abundância ceifará. " 2 Coríntios 9.6


Núbia Onara
(Extraído de: http://vidadesolteiracrista.blogspot.com/2010/11/loja-de-deus.html)

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

República do Amor


video

Mais uma música de João Alexandre, para nos
inspirar e desafiar a interceder pela nação brasileira.

Como diz a música, "Brasil, tua esperança está em Jesus".

Vamos orar por essa esperança!!!




Na paz e no amor do Senhor,
Ester Hansen

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Por onde eu começo?

Certo dia Jesus estava orando em determinado lugar. Tendo terminado, um dos seus discípulos lhe disse: "Senhor, ensina-nos a orar, como João ensinou aos discípulos dele". Ele lhes disse: "Quando vocês orarem, digam: ‘Pai! Santificado seja o teu nome. Venha o teu Reino. Dá-nos cada dia o nosso pão cotidiano. Perdoa-nos os nossos pecados, pois também perdoamos a todos os que nos devem. E não nos deixes cair em tentação’ ". Então lhes disse: "Suponham que um de vocês tenha um amigo e que recorra a ele à meia-noite e diga: ‘Amigo, empreste-me três pães, porque um amigo meu chegou de viagem, e não tenho nada para lhe oferecer’. "E o que estiver dentro responda: ‘Não me incomode. A porta já está fechada, e meus filhos estão deitados comigo. Não posso me levantar e lhe dar o que me pede’. Eu lhes digo: embora ele não se levante para dar-lhe o pão por ser seu amigo, por causa da importunação se levantará e lhe dará tudo o que precisar. "Por isso lhes digo: Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta. (Lucas 11:1-10) 
 
Muitos anos atrás, eu estava descendo por uma estrada quando meu carro morreu. Estacionei no acostamento, saí do veículo e abri o capô. Enquanto olhava para o motor, pensei: “Que beleza! Nada entendo sobre carros. Nem sei por onde começar!”

Às vezes nos sentimos assim quando pensamos em orar: por onde eu começo? Era isso que os discípulos queriam saber quando pediram a Jesus: “…ensina-nos a orar” (Lucas 11:1). O melhor lugar para buscar orientação é no exemplo e nos ensinamentos de Jesus. Duas perguntas que podem passar pela sua cabeça são:
1. Onde devemos orar?
Jesus orou no templo, no deserto (Lucas 4), em lugares isolados (Mateus 14:22-23), no Jardim de Getsêmani (Lucas 22) e na cruz (Lucas 23:34,46). Ele orava sozinho e com os outros. Olhe para a vida dele, siga Seu exemplo e ore onde estiver.

2. O que devemos orar?
Na oração do Pai Nosso, Jesus nos ensinou a pedir que o nome de Deus seja glorificado e que a Sua vontade seja feita assim na terra como no céu. Peça-lhe por seu sustento diário, pelo perdão dos pecados e pelo livramento das tentações e do mal (Lucas 11:2-4).

Portanto, se você está procurando por um bom ponto de partida, siga o exemplo da oração do Pai Nosso.
 
Na minha angústia, clamo ao senhor, e ele me ouve. —Salmo 120:1
 
Anne Cetas

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

E se o Senhor encontrar...

Muitos de nós já lemos, pelo menos, uma vez, o texto de Gênesis 18, onde Abraão intercede, junto ao Anjo do Senhor, pelas cidades de Sodoma e Gomorra.
Lendo o livro "Prepare-se para a Chuva", de Michael Catt, chamou-me a atenção essa oração, que é uma paráfrase do texto de Gênesis 18, mas, dessa vez, revelando um profundo desejo de avivamento na Igreja.
Por isso, transcrevo essa oração aqui, pois esse é, também, o desejo do meu coração. Que possamos encontrar esses justos, que têm o coração tão sincronizado com o coração de Deus, que Ele não vai resistir e nos enviará chuvas de avivamento.

Senhor, se Tu podes se mover em nosso meio, e se o Senhor encontrar cinquenta corações quebrantados, que virão e se prostrarão diante de Ti, Senhor, Tu mandarias a Tua glória? 
Senhor, se encontrares apenas quarenta corações quebrantados em nosso meio que se prostrarão diante de Ti, Senhor, mandarias a Tua glória e encherias este templo? 
Não se ire ó Senhor, eu pelo uma vez mais. Senhor, se encontrares apenas trinta pessoas neste templo com o coração quebrantado, Senhor, Tu virias em glória e poder? 
Senhor, eu te peço, se porventura encontrares aqui apenas vinte pessoas com o coração quebrantado que viriam e se prostrariam diante do Senhor, encherias este lugar com o Teu poder e Tua glória? 
Senhor, sou pó e cinza diante dos Teus olhos, mas eu Te peço, Senhor, se porventura achares dez pessoas com o coração contrito, que viriam e se prostrariam diante de Ti, encherias esse lugar com o Teu poder e Tua glória? 
Estou quebrantado e contrito diante do Senhor, e eu Te peço, Senhor, restaura-me. Aviva-me. Senhor, eu Te amo e te louvo.


Prepare-se para a Chuva
Michael Catt - Editora BV Books
Capítulo 11

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Deus enviou seu Filho ao mundo, não para julgar o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele (João 3:17)
E quanto a nós?

Deixemos nossos julgamentos de lado...
... e oremos por esses que precisam ser salvos!!!



Na paz e no amor do Senhor,
Ester Hansen

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Para uma semana abençoada!

1 Do SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam.

2 Porque ele a fundou sobre os mares, e a firmou sobre os rios.

3 Quem subirá ao monte do SENHOR, ou quem estará no seu lugar santo?

4 Aquele que é limpo de mãos e puro de coração, 
que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosamente.

5 Este receberá a bênção do SENHOR e a justiça do Deus da sua salvação.

6 Esta é a geração daqueles que buscam, 
daqueles que buscam a tua face, ó Deus de Jacó.
 
Salmo 24

domingo, 7 de novembro de 2010

Verdade vergonha

Na última sexta-feira, 05/nov, estive no Museu da Língua Portuguesa (na Estação da Luz em São Paulo). Uma das atrações do museu é uma apresentação, com recursos multimídia, de diversas poesias. Uma poesia que me chamou muito a atenção, foi escrita por volta do ano 1657. Ou seja, realmente antiga, mas que me espantou por sua atualidade...
Por isso, compartilho aqui com vocês...
Que esse poema possa intensificar em nossos corações o clamor pelo Brasil, para que a verdade, a justiça e a honra possam prevalecer sobre  o governo e o povo.



****

Antologia de Humorismo e Sátira - Epigrama

Que falta nesta cidade?... Verdade.
Que mais por sua desonra?... Honra.
Falta mais que se lhe ponha?... Vergonha. 

O demo a viver se exponha,
Por mais que a fama a exalta,
Numa cidade onde falta
Verdade, honra, vergonha. 

Quem a pôs neste rocrócio?... Negócio.
Quem causa tal perdição?... Ambição.
E no meio desta loucura?... Usura. 

Notável desaventura
De um povo néscio e sandeu,
Que não sabe que perdeu
Negócio, ambição, usura. 

(...) 

E que justiça a resguarda?... Bastarda.
É grátis distribuída?... Vendida.
Que tem, que a todos assusta?... Injusta.

Valha-nos Deus, o que custa
O que El-Rei nos dá de graça.
Que anda a Justiça na praça
Bastarda, vendida, injusta.

Que vai pela clerezia?... Simonia.
E pelos membros da Igreja?... Inveja.
Cuidei que mais se lhe punha?... Unha

Sazonada caramunha,
Enfim, que na Santa Sé
O que mais se pratica é
Simonia, inveja e unha.

E nos frades há manqueiras?... Freiras.
Em que ocupam os serões?... Sermões.Brasilia
Não se ocupam em disputas?... Putas.

Com palavras dissolutas
Me concluo na verdade,
Que as lidas todas de um frade
São freiras, sermões e putas.

(...)

A Câmara não acode?... Não pode.
Pois não tem todo o poder?... Não quer.
É que o Governo a convence?... Não vence. 

Quem haverá que tal pense,
Que uma câmara tão nobre,
Por ver-se mísera e pobre,
Não pode, não quer, não vence.
Gregório de Matos
(1633-1696)





Na paz e no amor do Senhor,
Ester Hansen

sábado, 6 de novembro de 2010

Orar com todos

Tendo dito estas coisas, ajoelhando-se, orou com todos eles.” (Atos 20:36)

Eu sou um homem de oração e amo reuniões de oração. Tenho meditado sobre o assunto e escrito sobre o assunto. Mas um versículo simples e pequeno como este já me leva a aprender mais alguma coisa sobre este vasto assunto.

Nós já não temos grande facilidade de orar pelas pessoas, estejam elas próximas ou não. Orar com as pessoas, piorou ainda mais. É lógico que há aqueles que basicamente fazem duas coisas na vida: orar e dormir. Se não estiver dormindo, está orando. Admiro-os profunda e sinceramente. Mas não é um grande número.
Paulo ali orou com todos. Não sei ao certo se orou com todos ao mesmo tempo, o que é sugerido pelo fato de ter-se ajoelhado, ou um de cada vez. Mas o fato importante é que não deixou de orar com ninguém. Mesmo não sendo um por um, orou com todos.

Meu leitor, a oração move o céu e desmonta o inferno. Tudo muda. Eu lembro que nos grandes momentos da minha vida, os melhores e os terrivelmente piores, a marca e a virada vieram com um emissário do Senhor orando por mim. A oração do dia da minha conversão mudou minha vida. A oração da minha consagração como pastor me marcou. O consolo da oração quando perdemos nosso primeiro filho foi marcante. Quando falimos e tudo ficou tão difícil, a auto-estima foi embora junto com os bens e o ministério desmoronou no mesmo ano, uma oração me levantou. Veio de um homem que vivia um momento bem pouco melhor que o meu, mas na unção do Pai.

Meu irmão, aprenda a orar pelas pessoas sim, mas invista em orar com elas. As vidas podem ser mudadas, a realidade pode ser mudada, o destino pode mudar. Basta orarmos. Ore com as pessoas, isso faz diferença.

“Pai, ajuda-me e encoraja-me para que eu seja e aja como o Senhor deseja de mim. Quero aprender a orar pelas pessoas mais e mais, assim como quero vencer a timidez e orar com elas.”

Mário Fernandez
(Extraído de: http://www.ichtus.com.br/dev/2010/07/14/orar-com-todos/)

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Por que ler a Bíblia?

Um discípulo chegou para seu mestre e perguntou:
- Mestre, por que devemos ler e decorar a Bíblia se nós não conseguimos memorizar tudo e com o tempo acabamos esquecendo? Somos obrigados a constantemente decorar de novo o que já esquecemos.

O mestre não respondeu imediatamente ao seu discípulo.
Ele ficou olhando para o horizonte por alguns minutos e depois ordenou ao discípulo:
- Pegue aquele cesto de junco, desça até o riacho, encha o cesto de água e traga até aqui.

O discípulo olhou para o cesto sujo e achou muito estranha a ordem do mestre, mas, mesmo assim, obedeceu. Pegou o cesto sujo, desceu os cem degraus da escadaria do mosteiro até o riacho, encheu o cesto de água e começou a subir de volta.
Como o cesto era todo cheio de furos, a água foi escorrendo e quando chegou até o mestre já não restava nada. O mestre perguntou-lhe:
- Então, meu filho, o que você aprendeu?
O discípulo olhou para o cesto vazio e disse, jocosamente:
- Aprendi que cesto de junco não segura água.
O mestre ordenou-lhe que repetisse o processo de novo.
Quando o discípulo voltou com o cesto vazio novamente, o mestre perguntou-lhe:
- Então, meu filho, e agora, o que você aprendeu?
O discípulo novamente respondeu com sarcasmo:
- Que cesto furado não segura água.
O mestre, então, continuou ordenando que o discípulo repetisse a tarefa.

Depois da décima vez, o discípulo estava desesperadamente exausto de tanto descer e subir as escadarias.
Porém, quando o mestre lhe perguntou de novo:
- Então, meu filho, o que você aprendeu?
O discípulo, olhando para dentro do cesto, percebeu admirado:
 - O cesto está limpo! Apesar de não segurar a água, a repetição constante de encher o cesto acabou por lavá-lo e deixá-lo limpo.

O mestre, por fim, concluiu:
- Não importa que você não consiga decorar todas as passagens da Bíblia que você lê, o que importa na verdade, é que através deste processo a sua mente e a sua vida ficam limpos diante de Deus.

(Mensagem anônima encaminhada)

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Brasil, olha para cima!



João Alexandre escreve músicas que nos levam à reflexão da grande necessidade que o Brasil tem de Deus, principalmente nas questões políticas e, como consequência, nas questões sociais e econômicas também.

Nesses meses que antecedem a posse de nossa nova presidente, podemos nos inspirar nessas músicas e intensificar as nossas orações pelo Brasil.



Na paz e no amor do Senhor,
Ester Hansen


"Quem tem ouvidos para ouvir, ouça..."
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...